Nova geração prefere marcas engajadas

...

A mentalidade dos consumidores mudou muito ao longo dos anos, principalmente na maneira de se relacionar com as marcas. Até pouco tempo atrás, a maior preocupação das pessoas era adquirir um produto ou serviço de qualidade. Entretanto, uma pesquisa recente apontou que a nova geração prefere marcas mais engajadas e com maior participação social.

Segundo um estudo da Consumoteca, empresa que faz mapeamento de tendências, que procurou analisar o comportamento e desejo dos consumidores, de maneira geral, os jovens entre 17 e 21 anos estão adquirindo cada vez mais produtos de lojas locais e engajadas socialmente.

Resultados

A pesquisa, intitulada “Ctrl Z”, revelou que 37% dos jovens preferem marcas consideradas diferentes e fora dos padrões. Dessa forma, empresas que assumem um papel de representação e ativismo, como defender o feminismo ou igualdade racial, por exemplo, já conseguem ganhar um papel de destaque na disputa de mercado.

Por essa razão, especialistas acreditam que essa nova mentalidade dá espaço para marcas locais, pois elas conseguem se relacionar de maneira mais íntima com o público.

A importância das redes sociais

A pesquisa contou com a participação de mil jovens de todas as regiões do Brasil e de todas classes sociais, e 68% dos participantes consideram as redes sociais um ambiente importante para a militância das marcas. Sendo assim, além de produtos e serviços funcionais, as empresas devem focar no propósito da sua existência.

Entre as categorias mais importantes para o jovem está o nicho de moda. Seis a cada dez jovens acreditam que a forma de se vestir é a melhor maneira de se expressar, e 65% escolhem a roupa independente do gênero alvo do acessório. Essa pesquisa mostra o novo posicionamento do consumidor frente às marcas e como as empresas devem se adaptar para atender uma necessidade de mercado.

Fonte: Digaí