Google lança feed de notícias

...

Na última semana, a Google, marca mais influente do mercado, anunciou uma novidade: o Google Feed, uma atualização em seu navegador que será aplicada nos dispositivos mobile, inserindo um feed personalizado, referente a tópicos de interesse de cada usuário.

Competição com as redes sociais

A reforma aparenta ser um indicador de uma possível competição com as maiores redes sociais do mundo, Facebook e Twitter, principalmente para os usuários que costumam consultar o feed destas plataformas para acompanhar as notícias.

A diferença entre o modelo de feed adotado pelo Facebook e o desenvolvido pela Google é a fonte das notícias. Segundo Ben Gomes, vice-presidente da Google: “Este feed é realmente sobre os seus interesses. Não é sobre o que os seus amigos estão interessados”.

Desmentindo os rumores de concorrência com as redes sociais, a Google afirmou que não tinha a intenção de ser uma cópia do modelo do Facebook. Pelo contrário, o intuito da empresa seria criar um novo espaço para acompanhar notícias de relevância para o usuário.

As atualizações mais comuns incluem um link para um site com dicas sobre destinos para as próximas férias ou link para uma página sobre ciclismo ou outro hobby e também serão disponibilizadas onde hoje funciona o Now.

Publicidade à vista

Na coletiva com a imprensa, Gomes afirmou que não há previsões para a inclusão de publicidade entre as notícias no novo feed. Entretanto, podemos supor que, em breve, os anunciantes poderão lucrar bastante com uma nova forma de anúncios da Google.

Isto porque a gigante da tecnologia já possui um poderoso sistema de segmentação baseado nas buscas dos usuários e a partir do feed será capaz de traçar um perfil do utilizador e definir um modelo de publicidade bem mais consistente.

Segundo a empresa, a atualização chegará para todos nas próximas semanas.

Nos Estados Unidos, as mudanças já foram lançadas desde a quarta-feira, 19.

Fonte: Digai