Estratégia, marketing e as mídias digitais: o segredo do sucesso nos negócios

...

Nos tempos atuais, acompanhamos um mercado cada vez mais concorrido e disputado. No meio dele, inúmeros empreendedores e empreendimentos travam uma verdadeira batalha pelo seu espaço. Desta forma, cada vez mais, a estratégia e o planejamento se tornam indispensáveis nas mãos dos gestores e de suas empresas.

No entanto, ainda encontramos muitos equívocos e falta de estratégias e procedimentos que não são adotados pelos empreendedores, o que fatalmente não oferece um diferencial e um poder competitivo frente aos seus concorrentes.

O plano de marketing é a espinha dorsal de qualquer empresa, nele será montada toda a estratégia empresarial de como a empresa se encontra perante o mercado ao qual vai atuar, quais são suas potencialidades, fraquezas, oportunidades.

Além disso, também tem o papel de proporcionar conhecimento sobre os pontos fortes e fracos de seus concorrentes e, com isso, as empresas têm a oportunidade de fazer a modelagem ou, como chamamos tecnicamente no marketing, fazer o “benchmarking”, que resumidamente pode se afirmar em pegar as boas práticas de seus concorrentes e ajustá-las, estruturá-las ao seu negócio e, assim, ter uma maior competitividade de mercado.

É indispensável também pensar no produto e/ou serviço baseado na necessidade de seu cliente e não no que a empresa espera dele. Analisar quais são as características e benefícios de seu produto é o que realmente fará o diferencial na apresentação deste produto ao seu cliente. Quando o produto é pensado a um público alvo, à uma necessidade e ao nicho de mercado, ele se torna um conceito e não apenas um produto e/ou serviço.

Feitos esses passos do processo de marketing, já temos definido onde nos encontramos no mercado, bem como "quem somos" frente aos nossos concorrentes e como está posicionado nosso produto frente às necessidades de nosso cliente. Neste momento, devemos pensar quais serão nossos stakeholders, parceiros que fazem parte e nos ajudam a fomentar nosso negócio, traçar as estratégias de distribuição e qual a praça em que vamos distribuir nosso produto.

Outro fator essencial para o sucesso das médias e pequenas empresas é saber orientar muito bem o preço que será comercializado o produto, pensando em estar adequado ao seu público alvo, ao seu poder de compra e a uma política de custos e descontos que estimule o consumo do produto e/ou serviço. Um erro que muitas pequenas e médias empresas cometem neste cálculo é a famosa “Guerra de preços” fazendo um leilão dos valores de seus produtos, o que não é saudável ao mercado. E tudo isso pode ser sanado com uma boa estratégia de marketing, analisando todos os seus diferenciais frente aos concorrentes, lhes proporcionando vantagem competitiva.

​Quanto à publicidade e a comunicação, o mercado e as empresas devem estar atualizados e avaliar as mudanças e melhorias em seus processos, principalmente devido às novas tecnologias que vem mudando drasticamente o cenário do mercado atual. É inquestionável o poder que as mídias digitais têm sobre o posicionamento de uma marca frente ao mercado e ao seu público alvo, todavia, encontramos muita resistência de alguns empreendedores frente às atualizações digitais.

Outro equívoco que um empreendedor pode estar se deparando é acreditar que fazer marketing e publicidade de sua empresa é meramente um custo, o que se for feito sem que anteriormente seja traçada uma estratégia e um plano de marketing, com toda a certeza, fatalmente será sim um custo e alto, pois não vai trazer os resultados e maximização dos lucros esperados.

Falando em mídias digitais, esses investimentos são totalmente mensurados por ferramentas de automação, além proporcionarem um direcionamento muito mais preciso ao seu público alvo. A publicidade e comunicação nas mídias digitais é sim um excelente e indispensável investimento.

Atualmente, nos deparamos nas redes sociais com um mundo de informações precisas de como se posiciona o mercado e, principalmente, com pensa, age e consome o seu público alvo. Tais plataformas apontam quem é e onde estão seus clientes, além de funcionarem como um canal direto de comunicação com eles, com resposta praticamente em tempo real. Hoje, se o Facebook fosse um país, seria o terceiro país mais populoso do mundo, perdendo apenas para a China e a Índia. Com essa afirmativa, você tem ainda alguma dúvida que seu cliente está no Facebook? Porém, que fique bem claro que deve haver uma estratégia para que se possa tirar o máximo proveito destas ferramentas.

Sendo assim, podemos concluir que as empresas que buscam a excelência e o sucesso devem, antes de qualquer coisa, pensar na estratégia e no composto de marketing, pois com isso terão uma forma muito mais eficiente e eficaz - capaz de posicionar seu produto estrategicamente para o consumo de seu cliente alvo. Para o sucesso de qualquer empreendimento, o papel do marketing e seus processos são essenciais para encantar e fidelizar o seu cliente ao conceito de sua marca.

Fonte: Administradores