A importância do e-mail marketing nos dias de hoje

...

Em meio a tantas estratégias de marketing digital disponíveis, é bastante comum que os empreendedores se sintam confusos sobre em qual devem investir. E, embora a combinação de diversas estratégias seja necessária para o desenvolvimento de uma comunicação eficiente, o e-mail marketing é, sem dúvidas, uma das mais importantes. Confira por que e como usá-lo da melhor maneira possível:

Todo mundo tem

Embora a utilização das redes sociais tenha crescido muito nos últimos anos, o bom e velho e-mail ainda ganha quando o assunto é o número de usuários.

Segundo dados estatísticos, mais de 90% dos adultos que utiliza a internet com regularidade têm pelo menos uma conta de e-mail. Além disso, 60% dessas pessoas verificam o e-mail pelo menos uma vez todos os dias. Ou seja, em termos de alcance, o e-mail ainda é a melhor opção dentre todas as estratégias de marketing digital.

Engajamento

Em termos de engajamento, os índices do e-mail marketing também são bastante atrativos. Pesquisas revelam que o e-mail, quando utilizado da maneira correta, chega a ser 40 vezes mais efetivo do que a utilização do marketing de redes sociais. Isso mesmo que você leu, 40 vezes!

Isso quer dizer que as pessoas têm muito mais probabilidade de ler o seu conteúdo e interagir com você através do e-mail.

Altas taxas de conversão

Quando o assunto é comprar, o e-mail marketing chega a até 70%, uma das maiores taxas de conversão no marketing digital. Além disso, pesquisas também informam que quase 50% dos usuários do e-mail compram, pelo menos uma vez por ano, um produto que receberam através do e-mail marketing.

Não ter uma estratégia de e-mail marketing é jogar dinheiro fora

Imagine que você gastou dinheiro, tempo e energia para construir um blog. Você investe em diversas estratégias como marketing de conteúdo, SEO, marketing de redes sociais, tudo para gerar tráfego para o seu blog. E, no entanto, o que acontece com muita frequência é que você até consegue atrair bastante tráfego. Mas as pessoas simplesmente não voltam ao seu site.

A base de um negócio online bem sucedido é o relacionamento que você estabelece com o seu cliente em potencial. É através desse relacionamento que você irá conseguir não apenas vender para ele, mas transformá-lo em um cliente fiel, que sempre compra com você.

E, é através do e-mail que você vai fazer com que ele se lembre de você constantemente, saiba todas as novidades em termos de conteúdo que você está oferecendo no site e nas redes sociais. E, mais importante, é através do e-mail que você irá transformar um lead em um cliente, através do envio de ofertas.

Segundo estatísticas, um lead precisa ter contato com um produto ou uma oferta de 5 a 7 vezes antes de efetuar a compra. Por isso, simplesmente fazer uma review de um produto e colocá-la no blog não funciona!

É preciso educar o lead, fazê-lo entender que aquela oferta é algo que realmente pode fazer uma grande diferença na vida dele. Fazer com que ele entenda que ao comprar o produto ele irá conquistar algo que ele realmente deseja. E o e-mail marketing ainda é um dos melhores aliados do empreendedor digital na hora de fazer isso.

Cuidado, envie conteúdo de valor

Em primeiro lugar é importante saber o que enviar para a sua lista. Diferente do que muitos empreendedores iniciantes acreditam, apenas enviar uma oferta e esperar que magicamente toda a sua lista compre o seu produto, não vai acontecer!

Na verdade, um dos erros que muitos iniciantes cometem é o de enviar apenas ofertas, o que costuma fazer com que ou você vá parar na caixa de spam ou que as pessoas peçam para sair da sua lista.

Segundo especialistas em marketing digital, o ideal é utilizar a lei de Pareto. Ou seja, neste caso, enviar 80% dos e-mails com conteúdo e apenas 20% dos e-mails com ofertas.

Isso faz com que quem assina a sua lista esteja sempre interessado naquilo que você tem a dizer e, consequentemente, muito mais aberto a comprar com você.

Relacionamento, a base das suas vendas!

Para criar um bom relacionamento com o seu público, alguns cuidados são necessários. Em primeiro lugar, é preciso pensar em como você irá falar com o seu público.

Isso importa, na verdade, para qualquer conteúdo que você for oferecer, seja no blog ou nas redes sociais. É importante tentar se colocar no lugar do seu cliente ideal e imaginar como ele gostaria que você falasse com ele.

Uma dica prática é sempre colocar o nome do cliente no e-mail e finalizar com o seu nome e não apenas o nome da empresa. Essa simples medida faz com que seu cliente em potencial se sinta muito mais próximo de você.

Além disso, também é importantíssimo incluir sempre no e-mail uma call to action, ou seja, uma chamada para ação. Essa call to action pode variar dependendo do tipo de e-mail que você vai enviar e pode levar o seu leitor a realizar várias ações, como ir até o blog, conferir um vídeo no Youtube, comprar um produto etc.

Erros que você não deve cometer nunca

1. Comprar listas

Embora quem já trabalha com marketing digital sabe que comprar uma lista de e-mails é um erro enorme, para quem está começando, isso pode parecer uma boa opção. Mas, acredite, não é!

Isso porque quando você oferece uma isca e as pessoas assinam sua lista, você sabe que aquelas pessoas estão minimamente interessadas no seu nicho. Ainda que seja apenas por curiosidade em saber o que você irá dizer naquele material, ainda assim, esse é o caminho ideal.

Ao comprar uma lista, no entanto, você não tem como saber se aquelas pessoas estão interessadas no seu nicho ou não. Por isso, não jogue seu dinheiro fora e construa sua própria lista de e-mails.

2. Irregularidade dos envios

Como em tudo na hora de começar o seu empreendimento digital, não existe uma receita pronta. Afinal de contas, tudo depende do seu nicho, do seu público e das especificidades do seu negócio. No entanto, uma boa ideia para começar é enviar um e-mail por semana. Isso é o suficiente para que você não seja esquecido e para que você não seja chato enviando e-mail de mais.

É muito comum entre os grandes empreendedores online fazer um e-mail na semana e enviar nele todo o conteúdo. Isso inclui os artigos novos do blog e o conteúdo de cada rede social específica. O benefício disso é que há grandes chances do lead decidir ler pelo menos um desses conteúdos. E, portanto, você oferece a ele mais liberdade de escolha e flexibilidade.

Nesse aspecto, tanto e-mails de mais quanto menos e-mails do que o necessário podem ser prejudiciais ao seu negócio. O mais importante é que com o tempo você aprenda e ajuste a sua estratégia ao seu público.

Fonte: Administradores